Douro Sailing Xperience Fujifilm

Estava a editar algumas fotografias de uma saída de fim de semana prolongado com amigos, entretanto abro o Instagram e vejo um anúncio na página da Fujifilm, que anunciava um passatempo para uma experiência no Douro. O prémio era passear num veleiro e testar material da Fujifilm. Pensei para mim “queres ver que….“ e concorri com uma fotografia do tal fim de semana. O elemento em destaque da fotografia tinha de ser água, eu tinha várias fotografias tiradas na piscina e seleccionei uma que achei bastante engraçada pelo momento em si, com uma boa estética visual e o fundamental storytelling.

Segunda-feira dia 17 de Junho, recebo uma mensagem da Fujifilm com a boa noticia, a princípio reagi “devem ter-se enganado….“, depois vem aquele boost de adrenalina do “o quê, eu!“, depois vem o nervoso miudinho e o resto é história.

Foi uma experiência incrível e que já posso riscá-la da minha Bucket List. Mais uma vez agradeço à Fujifilm e ao Nelson Pestana, que foi o promotor do evento.

Sessão de Gravidez - Andreia & Hugo

Qual é a melhor maneira de passar uma tarde em Lisboa? A realizar um trabalho fotográfico que não é trabalho, é paixão, é contar uma história, é estar em boa companhia, é inspiração, é tudo aquilo que sempre desejaste fazer e queres cada vez mais.

A fotografia que tento fazer e luto todos os dias para isso, vai no sentido de criar conteúdo intemporal, artístico e inspirador. Que no fim não fiquem só as imagens, que fiquem as imagens e o valor delas como património visual para a pessoa que confiou no meu trabalho, isso não tem preço.

Foi um prazer contar a história da Andreia, do Hugo, do Martim e do rebento que aí vem, um momento especial para eles do qual tive o privilégio de fazer parte por umas horas.

A magia do Circo

Já não sabia o que é ser criança e presenciar a magia do Circo. Seguramente a última vez que fui a um, foi no século passado, literalmente! Mas atenção foi (ainda) no século XX. Agora é fácil fazer estas piadas. :)

Ter filhos pequenos tem destas vantagens, podemos voltar a sítios ou ter experiências, sem desculpas. Com eles, é como estar a usar uma máquina do tempo e relembrar-mos como tudo era no nosso tempo. É bom voltar a essa magia e voltar.

Any given saturday morning.

É sábado de manhã. Lá fora está bom tempo. A casa está com uma luz interessante. A mãe teve de sair por cerca de duas horas e ficam em casa três exemplares masculinos. Os dois exemplares mais novos, brincam, pulam, atiram coisas, fazem birras de vários tipos, feitios ou dimensões, enfim, o quotidiano a acontecer. O exemplar masculino mais velho pega na máquina fotográfica e procura documentar, dentro do possivel, mais uma manhã de sábado como outra qualquer. Uma manhã perfeitamente normal, normalíssima!